Love & Eternity

“Time is too slow for those who wait ... but for those who love, time is eternity.” -Henry Van Dyke

Saturday, June 12, 2010

RAVIOLI DE ESPINAFRE E QUEIJOS COM FRANGO



Para este Dia dos Namorados Brasileiro nada melhor que algo rápido e prático...
Um prato completo, Verde e Amarelo, com carboidrato, proteína e verdura...

Comprei Ravioli Spinach & Cheese (com espinafre, queijos ricota, parmesão, mussarela). Foi só ferver água com óleo e sal.
Em panelinha, piquei meia cebola, um pouquinho de alho congelado e refoguei com folhinhas já lavadas de Espinafre fresco (Organics Baby Spinach). Acrescentei um pouquinho de frango picadinho (sobra do frango ao forno do dia anterior) e ainda fiz um molho branco com 1 copo de leite, 1 colh (sopa) farinha de trigo, sal e 1 colh (sopa) do caldo do frango de forno (sobra anterior). Tudo misturadinho, esse molhinho foi por cima da Massa de Ravioli (pasta comprada pronta e feita com semolina). Ainda polvilhei queijo ralado por cima!
Rápido, nutritivo e delicioso...

Sobremesa do dia dos namorados foi a Panna Cotta com calda de framboesa que fiz nessa semana, ela dura bastante refrigerada!
Não desenformei dessa vez, dividi com alguém especial no dia dos Namorados!!!




Li um artigo muito lindo em uma revista, quero compartilhar com vocês. Segue um resumo do texto extraído de "For Richer, For Poorer," uma estória real de Mandy Houk no "Chicken Soup for the Soul Count Your Blessings".
Tentei resumir e traduzir...

"OS MELHORES PRESENTES SEMPRE VÊM DO CORAÇÃO!

O dinheiro estava apertado e Mandy sabia que ela e o marido não poderiam celebrar o aniversário de casamento, mas Pete encontrou uma maneira de demonstrar que ela era especial e querida sem gastar um centavo!
O casal estava desempregado, a família estava vivendo com dificuldade financeira e até mesmo uma garrafa de leite era uma despesa enorme.
"Nosso 14 aniversário de casamento estava chegando. Eu sabia que não seria como os outros aniversários anteriores.
No dia de nosso casamento, dirigimos para um hotel e, durante o café da manhã de nossa lua-de-mel, encontramos três casais celebrando seus aniversários: 20, 25 e 48 anos. Quando nos perguntaram quanto tempo tínhamos de casados, rimos e respondemos
- Um dia! Os casais despejaram conselhos. Eu não lembro da maioria, mas Pete e eu guardamos um no coração: Todos concordaram que nós sempre deveríamos fazer do nosso aniversário de casamento uma ocasião especial, pois descobriram que isso fazia diferença nos casamentos deles. Pelos 13 anos passados, nós seguimos aquele conselho.
Este ano, sabia que isso não iria acontecer. Todo nosso dinheiro era para comida e casa. Certamente não poderia bancar uma extravagância como uma noite em um hotel. Eu queria esconder minha tristeza do Pete. Ele já estava desencorajado pelo simples fato de estar desempregado, então eu nem mencionei que nosso aniversário estava chegando. Podia ver que ele sabia, pela maneira que olhava para mim e pelo carinho com que me beijava.
Na manhã de nosso aniversário, acordei depois de Pete. Fui ao banheiro lavar o rosto e, na bancada da pia, vi um rolinho de papel branco amarrado com uma fita vermelha de cetim. Reconheci que era da caixinha de cabelo das nossas filhas. Enquanto desenrolava, meus olhos enchiam-se de lágrimas... Pete tinha encontrado um poema de amor de um livro que tinha me dado anteriormente de aniversário. Ele buscou o poema perfeito, sentou no computador, digitou, imprimiu, foi no quarto das nossas filhas e procurou uma fita.
Eu recebi um pedaço de papel enrolado, amarrado com uma fita usada, era um poema reciclado de um livro velho...
Mas o que realmente recebi foi um pedaço do coração do meu marido e a evidência de que continuava ligado a mim. Eu não precisava de uma noite em uma cama com um café da manhã ou um restaurante requintado para sentir esse impacto! Pete não gastou dinheiro e eu estava feliz, pois estava aprendendo que o dinheiro não permanece... Contudo, o tempo e o pensamento que vieram direto do coração de Pete ficarão comigo para sempre."

Jack Canfield & Mark Victor Hansen são co-autores do Chicken Soup for the Soul, são estórias reais compartilhadas. O artigo mostrava o site = www.chickensoup.com.

Achei muito lindo!!!

Feliz Dia dos Namorados!!!

Acabei de visitar a Rosélia do blog Espiritual-idade e descobri um Desafio lindo de outro Blog... Fiquei com vontade de Participar também!

MEU JEITO DE DIZER QUE TE AMO...

Nem sempre percebemos o significado das palavras, seu real valor... As palavras tem poder, mas devemos perceber tudo o que contêm. O valor do amor é incálculável e por mais que tentemos definir, só poderemos viver o amor...
O verdadeiro Amor está perfeitamente definido em Coríntios "Se eu falasse as línguas dos homens e as dos anjos, mas não tivesse amor, eu seria como um bronze que soa ou um címbalo que retine. Se eu tivesse o dom da profecia, se conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, se tivesse toda a fé, a ponto de remover montanhas, mas não tivesse amor, eu nada seria. Se eu gastasse todos os meus bens no sustento dos pobres e até me entregasse como escravo, para me gloriar, mas não tivesse amor, de nada me aproveitaria. O amor é paciente, é benfazejo; não é invejoso, não é presunçoso nem se incha de orgulho; não faz nada de vergonhoso, não é interesseiro, não se encoleriza, não leva em conta o mal sofrido; não se alegra com a injustiça, mas fica alegre com a verdade. Ele desculpa tudo, crê tudo, espera tudo, suporta tudo. O amor jamais acabará."
O verdadeiro amor busca a felicidade do outro, nos momentos difíceis está perto para apoiar, nos felizes para participar e em todos os outros dias comuns só para compartilhar...
As pessoas falam em amor, mas precisamos viver o amor, o respeito e a partilha...
Meu jeito de dizer o amor é com o olhar, tão difícil explicar, mas fica aqui uma receita de massinha para quem quiser compartilhar!
Façam com carinho e, para finalizar, basta um beijinho doce com cheirinho de framboesa, o amor está no ar!!!



Eliane

receitaserecipestop.blogspot.com
S2
;**;

15 comments:

  1. Olá, também passo para deixar pra vc o meu mais nobre sentimento: o AMOR
    Tudo de bom hoje e sempre.
    É muito bom participar deste dia com vc.
    Bjm e que comida apetitosa pro dia de hoje, bem a calhar!

    ReplyDelete
  2. Muito obrigada, Rô!
    É só isso o que precisamos... Isso é tudo!!!
    Bjinhusss e muito amor no coração...

    Eliane

    ReplyDelete
  3. Uma massinha quentinha é sempre muito benvinda! Eu pelo menos adoro!E a panna cotta servida nos corações está um charme!

    ReplyDelete
  4. Legal que gostou Renata, obrigada pelo carinho!
    Volte sempre!

    Bjusss

    Eliane

    ReplyDelete
  5. Seu ravioli parece muito saboroso. E que linda história Eliane. Me emocionei aqui. Tem gente que só pensa em presentes e comemorações, mas o que realmente importa é o sentimento que temos no coração.
    Um grande abraço, Daniana
    http://cozinhasemdrama.blogspot.com/

    ReplyDelete
  6. Obrigada Dani, eu também achei tão linda que resolvi dividir... O valor das coisas é muito variável, depende da intensidade dos sentimentos de quem oferece...
    Outro abraço p você,

    Eliane

    ReplyDelete
  7. Oi Eliane,
    Obrigada pela visita e pelo link no meu blog.
    O seu blog tambem é muito bom, adorei! Ja coloquei tambem um link dele no meu.
    Beijos, tenha um otimo domingo

    Adriana Nikolatou

    ReplyDelete
  8. Olá amiga, muito linda a estória que você postou, fiquei emocionada...realmente o que conta é sempre o amor, respeito e companheirismo, esses sim fazem a diferença!!!

    Sobre a marca da Máquina de fazer pão, eu adoro a minha que é uma Britânia!!!

    Bjuss!!!

    ReplyDelete
  9. Adriana, obrigada... Blog grego muito chique, amei!!

    É verdade Rachel, são os detalhes que tornam tudo especial!
    Obrigada pela dica da máquina, fantática!

    Bjinhuss e ótimo domingo meninas!

    Eliane

    ReplyDelete
  10. Lilica, que linda estória! E O prato que vc preparou para o seu Amor! Deve ter ficado uma delícia. Parabéns por tudo.
    Bjk

    ReplyDelete
  11. Que bonito, Eliane!!! E que super-ravioli, delícia! A panacotta também está o máximo, tenho de fazer um dia destes ;)
    Bjs e boa semana!
    Madalena

    ReplyDelete
  12. RAVIOLI MARAVILHOSO !
    MAS A HISTÓRIA MUITO LINDA ADOREI!
    BJIM

    ReplyDelete
  13. Também achei Monica...
    Mais legal que foi uma estória real, são relatos de pessoas comuns! Ficou sim e foi bem rápido! Obrigada!

    Oi Madalena! Que bom q vc gostou das receitinhas, foi tudo bem prático e estavam ótimos!

    Eliana, essa história de amor da vida real foi mesmo linda, amei...

    Bjinhusss para vocês!

    Eliane ou Lilica

    ReplyDelete
  14. Eliane,
    Adorei a estória. Como diz no livro "O pequeno príncipe", o essencial é invísivel aos olhos, só se vê bem com o coração.
    Sobre as receitas. Estão deslumbrantes. Extremamente românticas.
    Bjs no coração. Boa semana

    ReplyDelete
  15. Que lindo Carol!!!
    Obrigada pelo carinho...

    bjocas S2,

    Eliane

    ReplyDelete